[D30D] um mês com tempo de ecrã limitado

Percebi com este mês em que estive de baixa que eu não sou work-a-holic, sou busy-a-holic. Eu não passo assim tanto tempo a trabalhar, mas passo imenso tempo ocupada: conclusão, fico com a impressão de que trabalhei muito, mas não produzo ao mesmo nível.

Então, este mês decidi que vou limitar o meu “screen time” a 1 hora de diversão  e 5 horas de trabalho no máximo por dia.

Talvez não pareça, mas vai-me ser super difícil! Continue reading “[D30D] um mês com tempo de ecrã limitado”