O vício do (vídeo)jogo

Olá, o meu nome é Helena Martins e eu tenho um problema.

Há uns tempos atrás dei com a minha mãe a jogar sem conseguir parar um jogo no iPad. Disse-me que estava a jogar numa app que a amiguinha pré adolescente lhe tinha instalado (sim, que a minha mãe é uma modernaça de pleno direito por si, mas também porque tem amigas um pouco de todas as idades, incluindo préadolescentes!) e que ultimamente se andava a sentir viciada – até se atrasava a fazer de comer e que portanto, após a próxima visita da amiga lá a casa ia apagar a mesma (ia esperar pela amiga para lhe demonstrar  seu progresso, claro!)

Dei por mim a pensar que já há uns anos tinha tido exatamente o mesmo problema e tinha feito exatamente a mesma coisa. No tempo em que toda a gente jogava FarmVille, eu também tinha uma “quinta” que adorava, e um dia dei por mim a não conseguir parar de jogar.

Na altura, apaguei a quinta e jurei não jogar mais jogos no facebook, porque era daquelas “agarradas” que conseguia ficar horas e horas e horas a “plantar morangos”.

Alguns anos mais tarde, senti falta de jogar o tal jogo, mas não queria jogar no facebook porque achava que era o componente social que tinha feito daquilo um verdadeiro vício.

Então encontrei um site que tinha um jogo parecido e comecei a jogar. Começou devagar, com um pouco de jogo de vez em quando, passou a ser um entretenimento de fim de semana e quando dei por ela, estava a jogar todos os dias e o meu registo de atividades no pc indicava cerca de uma hora por dia (às vezes mais, às vezes menos).

Screen Shot 2018-05-02 at 09.51.35

Comecei a dizer a mim mesma que eram só 5 minutos entre tarefas, como se fosse um pequeno cigarro no intervalo. Depois convenci-me que estava a desenvolver competências importantes de gestão e que aprendia coisas importantes com o jogo.

Comecei a sentir falta de jogar todos os dias e a ter de jogar antes de começar a trabalhar – a minha desculpa pessoal era de que se tratava de um “aquecimento mental”.

Mas de repente, comecei a perceber que ultimamente tinha cada vez menos tempo, apesar de tentar reduzir as minhas tarefas. Voltei a sentir que estava com o meu espaço desorganizado e sobretudo comecei a perceber o quanto tinha reduzido na minha escrita. Deixei praticamente de escrever e de criar apesar de continuar a ter ideias (valeu a pena o ano criativo!) .

5xdwzb34ly9f.png

Talvez a dopamina libertada no exercício do videojogo acabe por eliminar a necessidade de fazer outras coisas no imediato o que depois faz com que eu elimine essas mesmas atividades, ou talvez a teoria do limite de decisões diárias seja real e ao tomar todas as decisões no jogo eu acabe por não conseguir ter mais capacidade de tomada de decisão no resto do tempo… O que quer que seja, é mau.

Como se não bastasse voltei a ver bastantes vídeos no youtube e algumas séries de enfiada, o que – não estando ao nível do que acontecia em 2014 – não é ideal.

Talvez estes sejam dois vícios que andam de mão dada, como tanta gente refere que acontece com o café e o tabaco.

Hoje, por algum motivo o site estava com problemas de ligação. Não deu para fazer a habitual “atividade de introdução ao trabalho” e dei por mim a fazer muitas outra coisas (todas elas mais úteis) em vez do meu vício habitual. Até dei por mim a pensar que não fazer mesmo nada (i.e. meditar) era muito melhor do que estar a despender o meu tempo com o vício.

Vou tentar (mais uma vez) largar o vício, sendo que já sei por experiências passadas que é menos fácil do que parece e que a primeira recaída é o princípio do fim.

Talvez tenha de vir a fazer um desafio de 30 dias com isto…

video-games-addiction-depression.jpg

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s